Medicamento japonês tem se saído bem no combate ao Covid-19

Mundo

Um medicamento japonês contra gripe, desenvolvido pela Fujifilm Toyama Chemical, recebeu elogios do ministério da ciência e tecnologia chinês devido a sua capacidade de recuperar rapidamente pessoas infectadas pelo novo coronavírus, o covid-19.

De acordo com o jornal britânico The Guardian, que cita a imprensa japonesa como fonte, os infectados que usaram o medicamento estavam “limpos” do vírus em uma média de quatro dias depois de terem contraído a doença. Aqueles que não foram tratados com a droga tiveram uma recuperação média de 11 dias. O remédio também ajudou a melhorar as condições pulmonares dos pacientes.

A droga favipiravir — também conhecida pelo nome de Avigan — está sendo testada em 340 pacientes nas cidades de Wuhan, epicentro da pandemia, e de Shenzen. As declarações do ministério chinês fizeram as ações da companhia, na bolsa japonesa, subirem 14% nesta quarta-feira. 

No Japão, o medicamento também tem sido testado no combate aos sintomas e efeitos do coronavírus. No entanto, a eficácia do faviparir não se mostrou alta contra pacientes com sintomas graves.

A droga já havia sido utilizada na Guiné, em 2016, para o tratamento do vírus Ebola. Para utilização em larga em escala contra o coronavírus, deve haver uma aprovação governamental, o que deve ocorrer em maio.

Fonte: Estado de São Paulo

Compartilhe